14ª edição do Chá Solidário teve grande arrecadação de donativos para o Instituto Palate e folia carnavalesca

Folia combina com alegria, que combina com Carnaval, que também combina com solidariedade. Acrescente a essa mistura o belíssimo cenário do Parque Cultural Pavilhão do Chá, no Centro Histórico da Capital, mais a participação de centenas de pessoas – entre artistas e cidadãos comuns, unidos pelo sentimento de ajudar o próximo – e está montado o cenário do Chá Solidário. Idealizado pela primeira-dama de João Pessoa, Maísa Cartaxo, o evento beneficente chegou a sua 14ª edição, nesta terça-feira (11), no clima dos festejos de momo para arrecadar donativos para o Instituto Palate, que presta serviços às crianças com fissura labiopalatal no Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW).

E mais uma vez o Chá Solidário cumpriu com o seu objetivo. As doações – leite em pó e fraldas descartáveis – foram em grande quantidade e agora irão servir para abastecer as dependências do Instituto Palate. Maísa Cartaxo comemorou o sucesso do evento, que já beneficiou mais de quatro mil pessoas ao longo de todas as edições já realizadas. Ela também ressaltou outra importante missão e que vem sendo cumprida à risca pelo evento beneficente, que é o resgate do Centro Histórico da Capital no âmbito da cultura.

“Muito feliz por poder, mais uma vez, reunir pessoas solidárias, que desde o início compraram a ideia do Chá, que é perpetuar essa corrente do bem em prol de instituições tão importantes para a nossa cidade. Eu só tenho a agradecer a solidariedade das pessoas, dos amigos, dos parceiros, dos artistas que emprestam um pouco do seu dom para colaborar com essa causa tão nobre. A gente se orgulha com o alcance do Chá Solidário, pela ajuda que ele tem dado as pessoas e pela visibilidade que as instituições têm conseguido a cada edição”, disse Maísa Cartaxo, acompanhada do prefeito Luciano Cartaxo, que foi homenageado pela Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (Abrajet) pela gestão que valoriza os eventos de cultura e turismo.

O coordenador do Instituto Palate, Paulo Germano, disse que as doações arrecadadas durante o Chá Solidário serão muito bem vindas para a instituição, que funciona há mais de vinte nove anos na Capital atendendo pacientes de várias cidades paraibana. “A maioria das pessoas tratadas não tem condições de se manter com relação a alimentação e outros itens, como fraldas. Por isso que a gente comemora essa ajuda, além, claro, da visibilidade que o nosso trabalho está tendo com o evento, o que contribui para que mais pessoas possam nos ajudar”, declarou.

A trilha sonora que embalou os foliões solidários durante o Chá ficou por conta de Ramon Schnayder, Felipe Alcântara, Mariah Yohanna e Ana Clara, e incluiu canções e manchinhas carnavalescas bem conhecidas do público.

Chá Solidário – Ação social que tem o objetivo de ajudar instituições que prestam importante serviço de acolhimento a pessoas carentes da cidade e na valorização do Centro Histórico – revitalizado pela atual gestão da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através de um leque de intervenções que permitiram sua ocupação no âmbito da cultura. O evento conta com dezenas de parceiros e voluntários, envolvidos com a organização do buffet, ornamentação do espaço e fornecimento dos serviços.

Serviço ofertado pelo HU – O serviço de fissuras do HULW foi criado em outubro de 1991 e atende pessoas com má formação congênita que compromete a face, a arcada dentária e o palato do céu da boca. O ambulatório é composto por uma equipe multidisciplinar, com participação efetiva de cirurgiões, fonoaudiólogos e ortodontistas. Atualmente, a unidade faz uma média de 80 atendimentos mensais, entre consultas, terapias e cirurgias.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *