ANÁLISE: Analista político fala sobre os desafios que os políticos eleitos em 2020 terão no próximo ano.

Em um momento bem atípico que o mundo vive, devido a pandemia e ao extremismo pregado por alguns, torna grande o desafio que os novos vereadores e prefeitos terão em 2021 ao assumir os seus respectivos mandatos.

É evidente que as sequelas deixadas pelo novo coronavírus são profundas e complexas de se resolver. São vários problemas na saúde, sociais, econômicos e da educação que os novos gestores precisam resolver. E o pior, a resolução deve ser rápida e urgente. Em um momento como este, mais do que nunca a politicagem deve ser deixada de lado para que a verdadeira e boa politica possa ser protagonista nesse processo de reconstrução que o nosso país vai viver no próximo ano. E quando falo da boa política, falo sobre a politica feita com propósito, com foco no bem comum, a política que gera resultados positivos e melhora a vida das pessoas que mais necessitam da ação do poder público.

As eleições 2020 deram um bom recado aos políticos tradicionais. Mais do que nunca o eleitor demonstrou o descontentamento com a velha política. É notório que as pessoas estão mais criteriosas com a escolha do candidato e buscam as opções mais coesas e que demonstrem uma melhor aptidão da resolução das problemáticas comuns até as mais complexas do dia a dia.

Resiliência, diálogo, visão voltada ao futuro, foco e capacidade de resolução de problemas. Acredito que essas são as qualidades que farão a diferença e que podem trazer um bom aproveitamento aos políticos eleitos neste ano.

Filipe da Mata – Consultor de Marketing e Analista Político

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *