Bolsonaro plagiou Roberto Marinho ao falar do golpe de 1964 em seu discurso de 7 de setembro

Em seu curto pronunciamento para celebrar o Dia da Independência do Brasil, nessa segunda-feira (7), o presidente Jair Bolsonaro plagiou um trecho de um artigo de Roberto Marinho que exalta a ditadura militar para provocar a Rede Globo. Texto do empresário foi publicado originalmente no jornal O Globo, em 1984.

No discurso, o ex-capitão disse que o ato de 1964 foi uma resposta da população contra a “radicalização ideológica, greves, desordem social e corrupção generalizada”. As mesmas palavras foram utilizadas por Marinho ao justificar o apoio da Globo aos militares. Apenas em 2013 o jornal afirmou que atitude havia sido um “erro”.

“Nos anos 60, quando a sombra do comunismo nos ameaçou, milhões de brasileiros, identificados com os anseios nacionais, de preservação das instituições democráticas, foram às ruas contra um país tomado pela radicalização ideológica, greves, desordem social e corrupção generalizada”, disparou Bolsonaro no discurso.

Brasil 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *