Cícero Lucena encaminha notícia crime à Polícia Federal após ser vítima de crime eleitoral

O candidato dos Progressistas à Prefeitura de João Pessoa, Cícero Lucena, foi alvo de ataques apócrifos na manhã desta quinta-feira (12). Segundo o departamento jurídico da campanha será encaminhada uma notícia crime à Polícia Federal.

A coordenação de campanha de Cicero Lucena vem recebendo fotos de panfletos que foram jogados aos montes pela cidade atacando a honra do candidato, sem qualquer identificação de autoria, o que configura crime eleitoral.

Segundo o departamento jurídico da campanha, os panfletos foram jogados e serão anexadas provas materiais do crime, solicitando inclusive imagens de câmeras nas ruas onde os criminosos agiram.

Sobre os crimes praticados pelos adversários, temos no Código Eleitoral, a previsão nos artigos 324 e 325. “Caluniar alguém, na propaganda eleitoral, ou visando fins de propaganda, imputando-lhe falsamente fato definido como crime”, e segue “difamar alguém, na propaganda eleitoral, ou visando a fins de propaganda, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação”. Além da própria distribuição de material apócrifo que configura crime por si só.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *