Com ameaça de CPI, João se diz à disposição para esclarecimentos sobre a Calvário

Ainda sem partido desde que se desfiliou do Partido Socialista Brasileiro. O governador da Paraíba, João Azêvedo declarou nesta terça-feira (21), que estará a disposição da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) para prestar esclarecimentos sobre a Operação Calvário.

A bancada oposicionista da ALPB se articula para propor a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) já no retorno dos trabalhos da Casa Epitácio Pessoa.

“Diante de tudo que vem aparecendo até agora, vocês percebem nitidamente o retorno claro de tudo que está acontecendo e não tenho duvida nenhuma que a Assembleia estará aí para discutir esse processos e eu estarei a disposição para dar qualquer esclarecimento”, declarou João em entrevista.

Mesmo sob suspeita de dar continuidade aos crimes investigados pela Operação Calvário, e ter nome citado em delação de Livânia Farias, o governador se diz tranquilo com os próximos passos das investigações.

“Tenho minha consciência tranquila com relação a todo esse processo”.

Novo partido

O líder do Executivo Estadual comentou ainda a sua mudança de partido. Desligado do PSB, ele apontou que a escolha de um nova legenda não é prioridade, mas sim a formação de um grupo.

“Talvez essa não seja a prioridade maior, eu quero é definir o grupo, por isso estou sentando discutindo com os prefeitos das principais cidades”, pontuou.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *