ECONOMIA: Brasil é única grande economia em desaceleração, diz relatório da OCDE

Um relatório da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) divulgado ontem coloca o Brasil como única grande economia em desaceleração em 2021. O índice composto de indicadores antecedentes (Composite Leading Indicators ou CLIs, na sigla em inglês) caiu 0,32% no Brasil em março, na comparação com fevereiro. Esse índice avalia o desempenho da economia. Em fevereiro, o país também havia registrado uma desaceleração de 0,18%.

Outras economias emergentes apresentaram um melhor desempenho. Na China, o crescimento foi de 0,36%, na Índia, 0,29% e na Rússia, 0,26%. Ainda segundo o relatório, nos Estados Unidos, o índice continua crescendo em ritmo constante, impulsionando a expansão da confiança do consumidor. No Japão, Canadá e na zona do euro como um todo, particularmente na Alemanha e na Itália, o índice aponta para um aumento constante. França e Reino Unido apresentam crescimento estável. No relatório, a OCDE pontua que o índice deve ser “interpretado com cuidado, pois as medidas de mudança para conter a covid-19 e o progresso das campanhas de vacinação provavelmente geram flutuações mais altas do que o normal nos componentes subjacentes e resultam em possíveis revisões”. O índice deve ser interpretado como “uma indicação da força e não como uma medida do grau de crescimento da atividade econômica”.

Uol

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *