Impeachment de João e Lígia será tratado com cautela na Assembleia Legislativa

Segundo o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado Adriano Galdino, o pedido  de impeachment contra o governador João Azevêdo (Cidadania) e a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), protocolado pela bancada de oposição na última quarta-feira (6), será tratado com cautela visto que o parlamento estadual nunca havia abordado o tema nas últimas legislaturas.

“Vamos analisar, estudar, discutir. Pedido de impeachment é algo novo para Casa. É uma situação diferente. O que o regimento diz sobre o assunto é algo muito trivial. É preciso ter muita calma”, ponderou Galdino.

O próximo passo será a encomenda de um parecer técnico da Procuradoria da Assembleia Legislativa, depois será realizado um juízo de admissibilidade sobre o processo.

O pedido de impeachment de João Azevêdo e Lígia Feliciano, foi encamminhado à mesa diretora e é liderado pelo deputado estadual Wallber Virgulino (Patriota), alegando que ambos não atuam “de modo compatível co a dignidade, a honra e  decoro no cargo”.

Doze deputados subscrevem o pedido de impeachment.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *