MAIS UM CAPÍTULO: Nova decisão judicial suspende eleição indireta para prefeito de Bayeux

Decisão atrás de decisão. Após a última do juiz de Direito, Francisco Antunes Batista, da 4ª Vara Mista de Bayeux, proferida nessa quarta-feira (12) e que mantinha a eleição indireta para o cargo de prefeito do município para esta quinta-feira (13), dessa vez a desembargadora Maria das Graças Morais Guedes, em nova decisão, revogou e suspendeu novamente o pleito.

A decisão da desembargadora foi proferida após analisar agravo de instrumento protocolado pela vereadora Lucília Freitas, que teve o registro da sua candidatura como vice-prefeita na chapa do presidente da Câmara, Inaldo Andrade, alegando que o edital estava com erros editalícios.

Com a decisão da desembargadora, a Mesa Diretora da Câmara de Bayeux terá que refazer edital e estabelecer novos prazos de cronograma para eleição indireta aos cargos de prefeito e vice do município, estabelecendo novo cronograma com data com e horário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *