Ministro José Múcio confirma saída do Tribunal de Contas da União em dezembro

O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), José Múcio Monteiro, confirmou, nesta segunda-feira (28), que está antecipando o seu pedido de aposentadoria para o mês de dezembro. Na prática, o ministro abrirá mão de dois anos e nove meses na função.

Múcio voltará a fixar residência em Pernambuco no próximo ano. Ele não revela a verdadeira razão de deixar a corte, quase três anos antes, mas há quem diga que o regresso ao Estado tenha a ver com projeto majoritário em 2022.

“Não há nada disso em cogitação”, descarta, adiantando que ninguém o demove da ideia de encerrar sua atuação como juiz de contas públicas. “É uma decisão irreversível e bastante amadurecida”, disse ela ao jornalista Magno Martins.

Sobre Múcio

O presidente do TCU foi deputado federal e ministro de Articulação Política no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. É um dos homens públicos mais respeitados da corte, ficha limpa, com relevantes serviços prestados ao País.

Aos amigos mais próximos, Múcio diz que voltará a Pernambuco sem um projeto delineado, nada fechado para o futuro, mas esses mesmos interlocutores acham que ele tem todas as qualificações para encarnar um projeto de mudança nos rumos da política estadual em contraponto à hegemonia do PSB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *