Primeiro dia de mutirão para emissão de documentos oficiais tem aglomeração em João Pessoa

Uma grande quantidade de pessoas compareceu no início da manhã desta segunda-feira (21) ao Espaço Cultural José Lins do Rêgo, em João Pessoa, para o primeiro dia de mutirão organizado pelo Governo da Paraíba para a emissão gratuita de documentos oficiais. A expectativa era a de que 150 pessoas fossem atendidas por dia, mas um número bem maior do que esse foi ao local, o que gerou tumulto e muita aglomeração. Não eram poucas as pessoas que estavam sem máscaras.

De acordo com o que fora planejado, as fichas de atendimento começariam a ser distribuídas às 6h e o atendimento aconteceria entre 8h e 12h. Mas as primeiras pessoas da fila começaram a chegar por volta das 4h. Exatamente às 7h22, os portões foram abertos.

O secretário de Desenvolvimento Humano, Tibério Limeira, destacou que a sua equipe estava trabalhando em duas frentes para minimizar o problema. Primeiro, está desenvolvendo uma ação de sensibilização para que parte dos presentes deixem o atendimento para os dias seguintes. Outra parte estuda a possibilidade de ampliar um pouco o número de pessoas que serão atendidos nesta manhã.

O mutirão foi pensado para minimizar a alta demanda de pessoas que estão na fila de espera em busca desses documentos, depois que o serviço foi paralisado por cinco meses por causa da pandemia de coronavírus. Mas os organizadores da ação admitiram que não esperavam tanta gente atendendo a convocação já neste primeiro dia.

G1 Paraíba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *