Projeto de Lei polêmico de tercerização do São João de Patos deve ser votado amanhã

Está prevsito para acontecer amanhã (30), a votação do Projeto de Lei de autoria do Poder Executivo de Patos,  na Câmara Municipal da cidade.

O projeto do prefeito Ivanes Lacerda (MDB) autoriza a criação de um crédito especial no valor de R$ 1,5 milhão para repasse a título de patrocínio  para que a Fundação Cultural de Patos (Fundap) possa conceder apoio logístico e autorizar uso de solo e comercialização publicitárria e econômica para que uma empresa realize o São João de Patos.

O pedido de tercerização da realização do São João deste ano divide opiniões na Câmara Municipal de Patos.

A vereadora Lucinha (PCdoB) questiona a existência de várias falhas no projeto apresentado pelo prefeito:

“O projeto está faltando dados, está incorreto, não veio valores, de onde esses valores serão retirados, não veio nada, só vem dizendo que é uma autorização de uso de solo. Então a gente precisa ouvir o secretário de finanças”, explicou.

Já o vereador Cambirota (PSDB), defende a realização do evento conforme apresentado no projeto em debate:

“Sou a favor da realização do São João, pois o evento só trará benefícios, geração de emprego e renda para a cidade e o povo de Patos. O nosso comércio está parado. De acordo com a Fundação Getúlio Vargas, a cada um real investido em cultura retorna treze para o município”, disse em entrevista a uma rádio local.

Conforme o edital, nessa quinta-feira (30) o Projeto de Lei deverá ser votado em primeiro e segundo turno, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *