RASGOU O VERBO: Mikika Leitão diz que Roberto Paulino “é da turma do contracheque” e que ficou no MDB só para atrapalhar o partido

O vereador de João Pessoa, Mikika Leitão (MDB), rebateu as falas do vice-presidente do MDB na Paraíba e secretário-chefe de Governo, Roberto Paulino (MDB). Paulino afirmou nesta segunda-feira (14), que não deve deixar o MDB, de acordo com o secretário, ele deve assumir o partido quando os que “entram e saem da legenda abandonem o MDB novamente”.

Em resposta enviada ao Politica&etc, Mikika afirma que Paulino seria da “turma do contracheque” dentro do MDB e que o vice-presidente do partido estaria “atrapalhando” a legenda.

“O nobre ex-governador Roberto Paulino que ficou no MDB, mas ficou para atrapalhar o partido. Está a serviço do governador, por que hoje o MDB está com oque ? 90% de candidatura própria e 10% do MDB tá com o governo, quer dizer, 10% tá trabalhando com contracheque” disse o vereador.

Mikika ainda mandou um recado para Roberto afirmando que “se ele não puder ajudar, não atrapalhe”. Leitão que foi um dos primeiro emedebistas a apoiar a candidatura do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB), garantiu, “nós vamos ganhar a eleição”.

Política e etc

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.