Regina Duarte aceitou convite de Bolsonaro para ser a nova Secretária Especial de Cultura

Na última sexta-feira (17), em entrevista, Regina Duarte falou sobre o convite e admitiu não se sentir preparada para assumir a pasta. 

“Lá atrás, Bolsonaro me perguntou ‘e se eu convidar para a Cultura?’. Eu disse ‘pelo amor de Deus, não me convida para isso, não’. Porque eu não estou preparada, eu não me sinto preparada. Acho que a gestão pública é algo complicado, uma pasta como a da Cultura, muito mais. Este é um país imenso e continental, tem muitos artistas, grupos, criações, vamos querer abraçar tudo. Então, eu fico muito preocupada de não estar preparada”, disse.

Mas nesta segunda-feira (20), a artista se reuniu com Bolsonaro no Palácio do Planalto, e após reunião foi confirmado sua ida à Brasília na próxima quarta-feira (22) para conhecer a Secretaria Nacional da Cultura do governo federal.

“Estamos noivando”, declarou a artista.

Regina Duarte

Durante as eleições de 2018, Regina Duarte declarou publicamente seu apoio a candidatura de Jair Bolsonaro.

A atriz participou ativamente do processo eleitoral de Bolsonaro em manifestações em defesa de seu nome nas ruas e contra o Partido dos Trabalhadores. Além de defender o presidente das declarações de que foram criticadas por reforçar pensamentos racistas e homofóbicas, justificando não passar de “brincadeiras da boca para fora”.

Secretária de Cultura

O cargo está vago desde a última sexta-feira (17), quando o então secretario Roberto Alvin foi demitido após divulgar vídeo com discurso semelhante ao usado pelo principal ministro de Hitler, Joseph Goebbels.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *